Facebook
0800 643 2499
 SMS 27800  

Notícias

Cerbranorte inicia o último trimestre com obras a todo vapor



Cerbranorte inicia o último trimestre com obras a todo vapor

 

Um dos maiores projetos dos últimos anos, a construção de um alimentador exclusivo para Rio Fortuna e outro para Santa Rosa de Lima e Anitápolis, tem sua conclusão prevista para dezembro deste ano. A obra que teve início em 2017, tem como finalidade dividir a carga da demanda dos consumidores de Rio Fortuna e da Cooperativa de Anitápolis, Ceral, evitando sobrecargas principalmente em dias mais quentes.

 

A primeira etapa desta obra foi a implantação dos postes e estruturas que vão do Bairro Vila Nova, até Rio Fortuna. A segunda etapa que está em andamento, vai subestação da Cerbranorte no Bairro Bela Vista, até o início da Rodovia Via Rio Fortuna, SC-108, também no Bairro Vila Nova. Este projeto está sendo executado tendo em vista o crescimento da região, buscando fornecer energia suficiente para que haja possibilidade da instalação de novas indústrias e suprindo toda necessidade para o desenvolvimento local.  

 

Rede em anel possibilita manobra de fornecimento para Rio Fortuna pelo Pinheiral

 

“Também paralela a obra do alimentador de Rio Fortuna, estamos construindo uma rede em anel, que fornecerá energia para Rio Fortuna, Santa Rosa de Lima e Anitápolis, pelo Pinheiral.  A rede em anel é uma opção extra de manobra, possibilitando isolar um trecho específico em caso de acidentes ou necessidade de manutenção, sem que haja interrupção do  fornecimento geral para os municípios vizinhos.” explica o Engenheiro Fábio Mouro. 

 

Aquisição de mais dois religadores garante continuidade no fornecimento

 

Quando uma vegetação ou um objeto entra em contato com a rede, mesmo que não haja rompimento dos cabos, pode ocorrer uma interrupção de fornecimento como forma de proteção do circuito, neste caso é necessário que os colaboradores percorram a rede para procurar o defeito. Os religadores tem a função de automaticamente ativar o circuito em situações onde as falhas não tenham causado nenhum defeito e que não necessitem de manutenção. 

 

Este equipamento contribui para o fornecimento contínuo, evitando em muitos casos, longos períodos sem energia e maior custo operacional para manutenção. Por conta disso, o religador é um equipamento de extrema importância para o fornecimento mais eficaz e contínuo. “Hoje a Cerbranorte conta com 15 religadores e recentemente adquiriu mais dois, um para Rio Fortuna e outro para o bairro Lado da União. A intenção é adquirir mais dois até o fim deste ano,” afirma o gerente da Cerbranorte. 

 

Cerbranorte e Cegero estudam viabilidade da construção de uma linha de transmissão 138kV

 

Outro grande investimento o qual a Cerbranorte discute detalhes, está sendo realizado em parceria com a Cegero. “No momento estamos fazendo um estudo de viabilidade para conexão com a rede básica em 230kV, na SE Tubarão Sul, localizada no interior do município de 13 de maio.” afirma o Engenheiro da Cerbranorte. Fábio ainda comenta que além dessa obra oferecer energia com maior qualidade e confiabilidade no fornecimento contínuo, o custo de transporte é inferior ao pago hoje. Atualmente recebemos energia através da linha de 138kV, que vem de Orleans até nossa subestação, porém essa linha é de propriedade da Celesc.

 

Na tarde desta quinta-feira, 1, o engenheiro eletricista Fábio Mouro e o gerente da Cerbranorte José Eduardo Claudio, o Dado,  visitaram a subestação Tubarão Sul em Treze de Maio. “Em relação a qualidade e confiabilidade, vale destacar que já sofremos interrupções no fornecimento de energia devido à fragilidade da linha de transmissão da Celesc, de Tubarão a Orleans e da quantidade de vegetação na linha de Orleans à Braço do Norte. A nova linha de transmissão, além do custo de transporte menor, dará uma nova opção de fornecimento, não dependendo das linhas atuais da Celesc” complementa Dado. 

 

Ainda segundo Dado, se aprovado em assembleia pelos associados, através de recursos próprios da Cerbranorte Geração e da Cerbranorte Distribuição, não há necessidade de financiamento. “Ter uma tarifa mais barata que a da Celesc só será possível com uma administração consciente e com investimentos como esse da linha de transmissão, já que a Cerbranorte vem perdendo os subsídios para compra de energia desde 2016, direito adquirido no contrato assinado com a ANEEL em 2008", completa o gerente da cooperativa de Braço do Norte.


 

Este projeto teve a iniciativa da nossa coirmã, a Cegero, que nos convidou para participar dos estudos e da realização desta obra - linha de transmissão de circuito duplo. “Ainda estamos na fase inicial, porém entendemos a importância deste investimento que tem um valor estimado de R$ 45 milhões, e que se aprovado em assembleia, será rateado igualmente entre as duas cooperativas.

 

Mesmo entendendo o quanto este projeto contribuirá no desenvolvimento dos municípios de Braço do Norte e Rio Fortuna, é um investimento alto, e que necessita de avaliação prudente. Se aprovado pelos associados da Cerbranorte e pelos associados da Cegero, a construção de linha de transmissão deve ser iniciada em 2021.


O sistema elétrico é complexo e causa diversas dúvidas nos consumidores, principalmente quando o assunto está relacionado com o valor da tarifa. Para possibilitar um gesto simples, como apertar o interruptor para acender uma lâmpada, existe toda uma estrutura de geração, transmissão e distribuição. Os custos envolvidos são regulamentados e repassados à tarifa. Para esclarecer melhor, o gerente de regulação Itamar José de Almeida pontua: As usinas produzem energia, as transmissoras transportam a energia da geradora até a distribuidora, e são as distribuidoras como a Cerbranorte, que levam a energia até você.

01/10/2020

Galeria de Fotos