Facebook
0800 643 2499
 SMS 27800  

Notícias

7º Encontro Estadual do Cooperjovem



A Cerbranorte participou do 7º Encontro Estadual do Programa Cooperjovem, em Florianópolis. O evento promovido pelo Sescoop/SC, foi iniciado na manhã de ontem, 4, finalizando em grande estilo, hoje ao meio dia, reunindo cerca de 400 pessoas. O tema do encontro foi “A Cooperação na Educação: histórias de sucesso” com uma programação incrível, prendendo a atenção de todos, do início ao fim.


A Cerbranorte foi representada pela coordenadora do Cooperjovem da cooperativa, Vanessa Fernandes Schwanz, pelos Secretários de Educação José Lembeck (Rio Fortuna) e Claudinéia Niehues (Braço do Norte) e por professores das escolas E.M. Atílio Ghisi, E.M. Professor José Boeing, e a novata no programa, a E.E.B. Dom Joaquim, que está tendo seus primeiros contatos com o Cooperjovem.


Rolou palestras, oficinas e para encerrar eles participaram de um fórum de Boas Práticas da Coopa de Futebol Cooperativo Brasil 2018. Os participantes receberam um exemplar do diário da Coopa de Futebol Cooperativo, onde a E.M Atílio Ghisi teve destaque com sua prática. “Encerramos o encontro com a certeza de que estamos no caminho certo, há uma mudança nítida nas escolas que participam do programa, onde todos caminham juntos e existe um trabalho coletivo e uma rede  de cooperação que está cada vez maior essa disseminação do bem”, ressalta Vanessa, coordenadora do Cooperjovem.


Para o professor Ramon de Oliveira, os educadores precisam ser mais do que criativos, é necessário que se questione mais, ter outras visões sobre a educação. Em relação ao destaque da E.M. Atílio Ghisi no diário da Coopa de Futebol Cooperativo, Ramon comenta que é o resultado de um sonho da escola com a cooperativa que está se materializando para a comunidade Cooperjovem. Ainda destacou que é muito importante que os professores se unam em um grupo que tenha voz e vez, pois, todos tem muito potencial. “Saímos com o sentimento de prestígio, muita autoestima e motivados a viver uma educação cooperativista, junto com nossos colegas professores, alunos e a comunidade escolar. Uma educação cooperativa, soma, valoriza e torna todos protagonistas de seu legado” pontua o professor.

 
05/04/2019