Facebook
0800 643 2499
 SMS 27800  

Notícias

Cerbranorte fica em 10o lugar no ranking geral do IASC 2015.



A Cooperativa de Eletrificação de Braço do Norte (Cerbranorte) obteve nota 77,55 no Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor (IASC) 2015, pesquisa realizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) de junho a agosto deste ano.


A nota deixa a Cerbranorte em 10º lugar no ranking nacional, sete posições a mais que em 2014. Já entre as cooperativas permissionárias com mais de 10 mil consumidores, a cooperativa ficou em 7º lugar no ranking. Cabe destacar ainda que os itens que tiveram notas mais baixas na pesquisa de 2014 tiveram uma melhora significativa neste ano. Já os atributos que tiveram baixa avaliação estão, na sua maioria, relacionados a preço. “Não se poder deixar de relacionar a queda geral no indicador ao período turbulento que o setor energético está vivendo. Os constantes aumentos no valor da energia contribuíram significativamente para este cenário”, afirma a gerente comercial da cooperativa Deise Faust Vieira.


Ainda conforme a gerente, apesar do índice ser considerado aceitável, uma Ação Corretiva (AC) será aberta para que todos os atributos sejam analisados e trabalhados a fim de elevar o índice. “Lamentamos a baixa que tivemos no índice, mas entendemos que isso é consequência do mau momento que o setor elétrico vive. Apesar disso, temos que comemorar o fato de que melhoramos nossa posição no ranking geral”, comenta.


Segundo o presidente da cooperativa, Antonio José da Silva, o Toninho, a qualidade continuará sendo prioridade. “O associado pode ter certeza de que estamos fazendo todo o possível para entregar qualidade e não mediremos esforços para continuar fazendo isso”, destaca.


O Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor


O índice é o resultado da pesquisa junto ao consumidor residencial que a ANEEL realiza todo ano, desde 2000. O objetivo é avaliar o grau de satisfação dos consumidores e incentivar a melhoria da prestação dos serviços de energia elétrica.


Dente os itens avaliados pelo índice estão confiabilidade, atendimento igualitário a todos os consumidores, agilidade nas respostas aos serviços e comunicação entre os associados e a cooperativa.
01/12/2015