Facebook
0800 643 2499
 SMS 27800  

Perdas de Energia



No sistema elétrico, que é composto por GERAÇÃO, TRANSMISSÃO E DISTRIBUIÇÃO, há um percentual de perda de energia, que existe por diversos motivos e não pode ser eliminado. Existem as perdas técnicas, derivadas da distribuição de energia e as perdas comerciais, derivada de bobina de tensão queimada, ciclométrico ou disco do medidor trancado, ou até mesmo dos desvios (gatos). Para se ter noção, um problema de bobina de tensão queimada, causado normalmente por descargas atmosféricas, pode representar uma perda de 30% a 60% no consumo. Ou seja, o usuário utiliza a energia, porém o medidor não registra.

Vamos considerar que, para a energia gerada ser transmitida até a subestação, ela utiliza eletricidade no caminho para cumprir seu objetivo, assim, a quantidade de energia gerada, nunca será a quantidade recebida, logo, teremos aí uma quantidade x de perda. Da mesma forma, há um percentual de perda quando a energia sai da subestação e vai até os transformadores, que também acabam consumindo energia para transformá-la da maneira correta para o uso final. Outro fator que influencia no percentual de perda, é a qualidade e potência dos condutores, dos transformadores e a extensão de rede da distribuidora. Que no caso da Cerbranorte são de 1772 km de rede, 1607 transformadores e quase 17 mil unidades consumidoras.  

O consumidor da Cerbranorte deve ter convicção que trabalhamos constantemente para diminuir esse percentual. Atualmente temos uma equipe especializada em identificar e solucionar os problemas ligados às perdas e a qualidade da energia. Essa equipe trabalha para diminuir tanto as perdas técnicas, quanto as comerciais.

As perdas técnicas: são tratadas através de manutenções preventivas, como por exemplo o uso do aparelho termovisor, que identifica os pontos quentes da rede e acusa equipamentos e condutores que oferecem possíveis riscos de eficiência. E as manutenções de melhorias, onde são substituídos os condutores, sempre projetando o crescimento médio da região, baseado nas informações já registradas. Já as perdas comerciais, são controladas através de vistorias constantes, onde os profissionais verificam qualquer possível dano no medidor ou alteração no padrão de energia.

As perdas elétricas da Cerbranorte são consideradas boas, comparando com a média nacional. Há distribuidoras com perdas de 30% a 40%. Atualmente o percentual de perdas da Cerbranorte é de 8,19%. Quem determina o percentual regulatório é a Aneel, através da Revisão Tarifária Periódica, que acontece a cada 4 anos. Veja o infográfico abaixo e entenda melhor:

Se você quiser saber mais informações sobre perdas de energia, CLIQUE AQUI e leia esse material produzido pela Aneel