Facebook
99986 2499
0800 643 2499
 SMS 27800  

Curto circuito e fuga de corrente



Curto Circuito

O curto-circuito ocorre quando há contato entre condutores energizados pela rede elétrica. Nesse caso, o disjuntor do circuito que está em curto desarma e é fácil descobrir o ponto em que ocorreu o curto. Mas quando uma instalação tiver todas as cargas interligadas em um mesmo circuito, a situação é mais crítica. É possível encontrar alguns sinais visuais que darão indicações de onde ocorreu o curto. "Lâmpadas e tomadas de torneiras elétricas, por exemplo, são alguns dos pontos em que curtos-circuitos ocorrem com maior facilidade, podendo apresentar pontos mais escuros indicando que o problema ocorreu ali”.

Fugas de corrente

A fuga de corrente é uma espécie de "vazamento" da corrente elétrica.




Para facilitar a detecção desse problema, os circuitos devem ter um dispositivo chamado DR (Disjuntor Diferencial Residual). Esse elemento desarma no caso de fuga de corrente e, com isso, evita choques em pessoas e danos em equipamentos. O DR é um fator de proteção e, por isso, sua instalação é obrigatória particularmente em circuitos de tomadas de áreas úmidas, como banheiros e cozinhas. Em redes sem DR, o que não é permitido, o principal sinal de que existe fuga de corrente é o choque elétrico ao tocar aparelhos com carcaças metálicas.


 Anexos desta publicação

  fuga   dr